MTE divulga balanço do trabalho estrangeiro em 2013

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) concedeu 62.387 autorizações de trabalho a estrangeiros, no ano passado, dos quais, 2.959 permanentes e 59.428 temporárias. A maioria foi para pessoas do sexo masculino, 55.728. No mesmo período foram expedidas apenas 6.659 autorizações de trabalho para mulheres. Os dados estão disponíveis no site do MTE.
Em relação ao prazo, 18.707 estrangeiros foram autorizados a trabalhar no país por até 90 dias enquanto 18.992 foram autorizados a trabalhar por até um ano. As autorizações de trabalho com prazo de até dois anos com contrato no país somaram 6.216, enquanto as com prazo de até dois anos sem contrato de trabalho no país chegaram a 15.513.
Do total de 2.959 autorizações permanente, 1.174 foi para investidor pessoa física; 1.682 para administradores, diretores, gerentes e executivos com poderes de gestão e similares e 103 para outras categorias.
Considerando as 59.428 autorizações temporárias concedidas, 15.229 foram para trabalho em embarcação ou plataforma estrangeira; 12.303 para estrangeiro na condição de artista ou desportista, sem vínculo empregatício; e 6.404 para trabalho de assistência técnica, por prazo de até 90 dias, sem vínculo empregatício. Já para assistência técnica, cooperação técnica e transferência de tecnologia, sem vínculo empregatício, foram concedidas 7.755 autorizações. No mesmo período 5.949 especialistas com vínculo empregatício e 10.434 marítimos estrangeiros, empregados a bordo de embarcação estrangeiras de turismo que operam em águas brasileiras, receberam autorização para trabalhar no país. Para trabalho em atividades diversas foram 1.354 autorizações.
No ano passado, 5.090 estrangeiros tiveram a estada no país prorrogada enquanto 1.797 tiveram os vistos de temporários transformados em permanentes.
CNIg – No ano de 2013 o Conselho Nacional de Imigração (CNIg/MTE) concedeu 3.306 autorizações diversas para estrangeiros, sendo 2.899 permanentes e 407 temporárias. Do total das autorizações concedidas 2.510 foram para pessoas do sexo masculino e 796 para o sexo feminino. Foram concedidos 2.157 autorizações de caráter humanitário, 606 a estrangeiro em união estável com brasileiro, 5 por situações especiais envolvendo investidores estrangeiros e 538 por outras categorias.
Em termos gerais, em relação a 2012, houve um decréscimo de – 43% no número de autorizações concedidas pelo CNIg. Já as autorizações concedidas a estrangeiro em união estável com brasileiro aumentaram 37%, e a maioria foi para os franceses, sendo que o destino mais procurado foi o estado de São Paulo, com 188 autorizações concedidas.
As autorizações para a concessão de vistos em caráter humanitário diminuíram -70% em relação ao ano passado, 2.157. Quase todas foram para haitianos, 2.070 no total, sendo que os destinos mais procurados foram o Acre (1.097) e o Amazonas (808).

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego